skip to main content

Society for Social Studies of Science

The STS Profession

Announcements

Events

Calls for Papers

Positions

Fellowships & Postdocs

Submitting items to 4S and Technoscience Updates

Please email items for the 4S “Profession” pages and the Technoscience Updates newsletter to .(JavaScript must be enabled to view this email address). Items may be edited for length. Please include a URL for the complete and authoritative information.

The monthly deadline for inclusion in the newsletter is the 7th.

New Book from Bruno Cardoso: Todos os Olhos: videovigilancia voyerismos e (re)producao imagética

http://bit.ly/1HcDN9L

Updated: May 11 2015

Todos os Olhos: videovigilancia voyerismos e (re)producao imagética, by Bruno Vasconcelos Cardoso, edited for UFRJ, Brazil.

Sinopse:

Todos os olhos: videovigilâncias, voyeurismos e (re)produção imagética, livro de Bruno Vasconcelos Cardoso, acaba de ser lançado pela Editora UFRJ e aborda o fenômeno cada vez mais comum da vigilância por câmeras no espaço público urbano. Com enfoque na prática da vigilância eletrônica policial no Centro de Comando e Controle da Polícia Militar do Rio de Janeiro e na sala de monitoramento do 19º Batalhão da Polícia Militar, em Copacabana, a obra é resultado de uma pesquisa de doutorado, defendida como tese em maio de 2010.O autor, contudo, não para por aí, e analisa também o fenômeno da produção e disseminação das imagens captadas pelas câmeras privadas, como celulares e smartphones, imediatamente publicizadas nas redes sociais e nos programas de compartilhamento de imagens.No livro, Cardoso se debruça especialmente sobre as transformações na maneira como os humanos se relacionam com as imagens, com os meios técnicos que possibilitam essas relações e as estruturas de poder em que se inserem. Assim, policiamento, (in)segurança, tecnologia, imagem, comunicação, poder, crime, violência, espaço público, controle, flagrante, voyeurismo, criação e exibicionismo são os grandes temas que, inter-relacionados, perpassam o livro. A descrição rica e reflexiva que Cardoso faz de seu trabalho de campo, realizado em 2008, nos revela as surpresas, os disparates, os deslocamentos, os conflitos e os contrastes que se dão entre o projeto ideal e o efetivo trajeto da videovigilância policial em sua atividade. A pesquisa mostra também que a estética, o gozo e o prazer muitas vezes ocupam o lugar das funções de controle e segurança visados na videovigilância policial e constituem uma outra visão, denominada pelo autor de “videovoyeurismo”. Por fim, o livro mostra que enxergar pode ser não ver, e o olhar pode ser tanto mostrar quanto esconder. Ainda que transformações tenham ocorrido nesses anos que separam a publicação deste livro do início de sua pesquisa, ele permanece extremamente atual. A aquisição de um arsenal expressivo de novas tecnologias de vigilância, monitoramento e segurança (de drones a óculos com câmeras acopladas e transmissão de imagem em tempo real) para a realização da Copa do Mundo no Brasil meses atrás revela como a obra levanta e explora um campo de problemas cuja importância se intensificou. Os megaeventos são hoje uma das principais portas de entrada de dispositivos de vigilância e segurança do espaço urbano.